Cuidados na Instalação-linhas de 70/100V

TOA LogoSv

Maioria dos problemas que ocorrem com equipamentos são gerados pelo mau uso. Evite perder a garantia de seu equipamento TOA.

Veja alguns cuidados importantes em instalação de alta impedância (linhas de 70/100V) e na operação diária dos equipamentos:

 

atenção

Observe a tensão local onde o equipamento será instalado. Em sua maioria, equipamentos TOA não são “bivolt'”. Portanto, escolha o equipamento correto para operar com a tensão local.

Os sonofletores e cornetas TOA, quando possuem fios soltos para conexão e que sejam exclusivo para uso em linhas de alta impedância (70/100volts), apresentam os cabos nas cores PRETA e BRANCA, sendo que o fio “PRETO” é o “POSITIVO“.

Utilize cabos paralelos polarizados e preferencialmente do tipo par trançado para conexão de alto falantes.

Observe os “taps” de seu alto falante. Veja se está utilizando a impedância correta para a linha de áudio correta. Note que alguns sonofletores TOA possuem taps diferentes para linhas de 70 e 100volts. Utilize corretamente, de acordo com o manual, para evitar problemas. Alguns sonofletores mais simples não produzem a potência total quando funcionando em linha de 70 volts, portanto, observe o manual de cada sonofletor para entender qual a potência máxima gerada em linhas de 70volts.

Cuide sempre do VOLUME do amplificador. Olhe os LEDs de VU e não permita que o som fique distorcido (clipping). Mesmo quando você não ouça distorção, não deixe que o sinal visual, no VU, ultrapasse limites de distorção, evitando danificar o sistema. Isso é especialmente delicado quando usamos cornetas, que são muito sensíveis a distorção.

Quando usamos CORNETAS em algumas áreas da instalação, evite sobrecarregar a equalização nos graves e agudos, evitando queimar os drivers. Prefira deixar o sinal flat.

Alguns amplificadores TOA, como por exemplo o A-2240, oferecem várias portas de conexão com alto falantes, com saída para 4 oHms e outras para linhas de 70/100volts. Estas portas usualmente trazem dois terminais com a inscrição “COM“, sendo um deles para conexão em linha de baixa impedância e outro para alta impedância. Nunca inverta o uso destas portas COM. Se pretende conectar os falantes em linha de 70v ou 100v, utilize a porta COM dedicada a estas linhas, ou seja, não use a porta COM disponível para baixa impedância ao ligar o fio positivo na saída de 70v ou 100v.

Quando amplificadores TOA oferecem portas para baixa impedância (4 ou 8oHms) e alta impedância (linhas de 25/50/70/100v), nunca utilize portas de baixa e alta impedância simultaneamente, a não ser que o manual mencione que a ligação simultânea seja possível.

Para evitar choque elétrico ou danos ao equipamento, sempre deixe os amplificadores desligados, quando tiver que realizar alguma manutenção no sistema, checagem ou substituição de cabos.

Na instalação, utilize nosso medidor de impedância TOA, modelo ZM-104A, para checar se a impedância da linha não está abaixo do limite de carga mínimo do amplificador. Por exemplo, o amplificador A-2240 tem carga mínima de 42oHms na porta de 100volts. Sendo assim, a medição da linha conectada a esta porta não pode ser inferior a 42oHms. Se a medição é menor, significa que ou você tem sonofletores em excesso ligados naquela porta, ou a impedância de alguns sonofletores deverá ser elevada, para reduzir a carga total de potência exigida do amplificador.

Dá na mesma medir impedância de um circuito simples, baseado em resistores, usando um multímetro comum ou um medidor de impedância. No entanto, usar multímetro para medir impedância total de um sistema com sonofletores e transformadores retorna resultados totalmente imprecisos. Multímetros comuns realizam medida usando corrente contínua, enquanto o medidor de impedância utiliza corrente alternada, que é exatamente o mesmo tipo de corrente utilizada pelos amplificadores.

Confira se não há curto circuito nos cabos de energia e linha de alto-falantes, em algum ponto da instalação.

Evite mal contato na conexão dos cabos paralelos com os sonofletores.

Cuidado com emendas mal feitas nos cabos dos alto falantes.

Em linha de alta impedância, não conecte em série as cornetas e sonofletores do sistema. Faça sempre conexões em paralelo.

Oriente-se por esta tabela para determinar a bitola de cabos que você deverá utilizar em sua instalação. Clique aqui para obter a tabela.